quarta-feira, 21 de outubro de 2015

TESTE DE FIDELIDADE

O Caixa Preta estava meio sumido, acho que era por causa do calor que estava de lascar e ele preferia ficar na frente do computador com o ventilador ligado, dando uma espiada no Face pra ver se encontrava alguma novidade.



De repente do nada surge aquela figura, parecendo um beduíno no deserto com cara de quem comeu e não gostou, era o próprio.
Fomos até o “Porcão” onde Galak com um pano de prato sujo espantava as moscas de uma ferida que tinha na perna (parecia uma bicheira),pedimos logo a gelada para iniciar os trabalhos.
Enquanto esperávamos a nossa gelada o velho Caixa me contou um caso daqueles bem maluco que ele gosta de contar, quando a gente se encontra para beber uma gelada.
Essa era muito doida e engraçada, me concentrei para ouvir mais essa.
Diz ele que estava lá na padaria conversando com o “Portuga”,aquele gajo metido a gostoso e que se acha um “gatinho” porque toma leite.
De repente surgiu por lá aquele monumento, uma loira ,olhos verdes, uma calça que parecia pintada no corpo de tão apertada. Olhou pra mim fazendo beicinho, deu um sorrisinho maroto, com uma voz dengosa pediu o meu WhatsApp dizendo que eu era muito simpático, um gato...e outras “frescurites” de periguete, quando joga a isca para pegar trouxa.

Não pensei duas vezes, pulei de banda dei uma rasteira na gostosa, meti logo dois chutes nas costelas e gritei : - Aqui não João Kleber !!! Vai fazer teste de fidelidade lá na PQP!!! Quase morro de rir, me engasguei com a cerveja”!!!


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário