quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

NO CALOR

Com esse calor que parece que o Guará está no meio do deserto de Saara,uma vontade de tomar uma gelada o suor escorrendo pelo corpo sempre bate aquela preguiça,perde-se a vontade de sair e a única coisa que permanece é aquela vontade de ficar em casa com o ventilador ligado sentado na frente do computador jogando conversa fora com os amigos do Face,a gente liga a Tv dá de cara com Roberto Carlos...são muitas emoções... vou vomitar.
Estou me preparando para cumprir esse ritual quando toca o telefone,era o Caixa Preta me convidando para dar uma chegada lá no “Porcão” pois já fazia um tempo que não sentávamos para jogar um papo fora,contar as novidades e tomar aquela cerveja gelada ouvindo os resmungos do Galak,o nosso gentil garçom que sempre tem um coice carinhoso aguardando a nossa chegada e agora no Natal com aquele gorro na cabeça,fico cada vez mais com a certeza que o inferno não é tão longe daqui.
Apesar do gosto amargo de sangue que me vem à boca resolvi aceitar o convite, lá fomos nós cumprir aquele ritual macabro...digo macabro porque sair de casa para encarar o “Porcão” com aquele tempo, o mau humor do Galak,aquele cheiro de gordura que sempre perfuma o ambiente tem que estar muito afim de curtir um bom castigo.

Então é Natal !!! Eca!


Nenhum comentário:

Postar um comentário