terça-feira, 22 de dezembro de 2015

O CEGUINHO VIRGEM

Sempre cheio de alegria encontro o Caixa Preta, vi logo que ele tinha uma história para contar dizendo ele ser verdade, ele jura por todos os santos que é, começou então:


O velho Caixa me contou que conhecia um ceguinho, sempre que ele encontrava o ceguinho batiam longos papos, o que mais chamava a atenção do Caixa era a forma como o ceguinho, por sinal muito gozador se despedia:”A gente se esbarra por aí” e dava aquela risada.

Diz ele que o tal cego era virgem e só vivia pedindo para ele arranjar uma mulher, vivia pedindo: - Quebra o meu galho, arruma uma mulher pro ceguinho! Arruma! Arruma!
Já de saco cheio de sempre ouvir esse mesmo pedido, ficou com pena resolveu dar uma força, prometeu que iría dar um jeito de arranjar uma mulher pra ele.
O ceguinho ficou entusiasmado, foi pra casa e ficou ansioso esperando o Caixa aparecer com a princesa. De repente batem na porta, o coração do ceguinho quase saiu pela boca, de tão emocionado.
-Quem é ? -É a Sueli, o Caixa Preta me mandou pra resolver o seu problema.
O ceguinho quase enfartando de tanto entusiasmo abriu a porta, foi logo perguntando: -Como é que você está vestida, hein, hein, hein ? E ela:-Botinha de couro, vestido bem justo, uma blusinha de seda e nada por baixo. O ceguinho quase vai a loucura:-É hoje! Tira logo tudo!
A mulher obedeceu, perguntou:-E agora ? Estou nuinha, te esperando meu garanhão!
-Sueli...você já fez 69 ? Ela respondeu toda melosa:- Ainda não. Mas faço daqui a dois meses...
Desde esse dia o Caixa anda preocupado, tem evitado encontrar o ceguinho com medo de levar umas bengaladas


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário