terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

TRAUMATIZANTE

Quarta feira de cinzas passei lá na praça,um alvoroço danado com o pessoal reunido embaixo da jaqueira...garrafas vazias ,copos e o que é mais importante, consumidores de montão.
Enquanto tomavam aquelas doses generosas de Domus discutiam os males da água para o organismo humano,sempre evitando aquela palavra que abala as estruturas emocionais de alguns,que é a palavra:Trabalho.
Os usadões que costumam jogar dominó lá na praça da QE-30 outro dia estavam alvoroçados,pois um gaiato levou uma revista daquelas, tenho a impressão que foi o velho Caixa, onde as mulheres vestem apenas o esmalte das unhas,alguns passaram mal,logo atendidos pelo Samu.
Me parece que aquela simples e descontraída espiada na tal revista,teve desdobramentos terríveis em casa,alguns “usadões” estão se queixando do tratamento carinhoso que agora recebem de suas amorosas esposas.
Tem um que causa pena parece um cão sem dono,ele conta com lágrimas nos olhos que quando procurou a amada para a sessão anual de afagos e amassos foi rechaçado com um carinhoso safanão,complementado por uma vassourada nas costas.
O que o cabra mais lamenta,é que se passar a data,nem com duas caixas de Viagra resolve,as lágrimas rolam e tome cachaça,pois alega que com esses tempo meio frio por causa da chuva a única coisa que endurece são as articulações.
Outro lamentou com voz embargada ter que dormir no quintal com o cachorro,um baita dog alemão, durante a noite não consegue fechar os olhos,pois o cachorrão está no cio e doido para ser pai,está com olheiras,não pode ver um cachorro que mija nas calças.

Traumatizou!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário