segunda-feira, 13 de junho de 2016

REGULARIDADE,A RECEITA DO CAIXA




Um belo dia você acorda olha o horizonte, (se der, pois talvez já tenham construído um puta de um prédio residencial ao lado de sua morada) pega distraidamente o jornal, nada de novo. Toma o café e sai para dar um rolê, sente que está na terra, nada entre você e o chão, percebe que esqueceu de calçar o sapato quando o asfalto começa a queimar a sola do seu pé. Destino? Porcão.
Por lá rolava um pagode,uma algazarra de lascar cada um cantando numtom,ritmo zero...as vozes já molhadas por tanta cerveja começavam a ficar meio lentas,a língua começava a pesar...resolvi mais uma vez que iria cortar a bebida da minha vida,essa será uma das centenas de vezes que tentei parar,nunca tive sucesso e o máximo que consegui foi molhar a faca.
De repente chega o Caixa Preta,parece que ele tem uma boa para contar,enquanto o Galak traz a gelada ele começa a contar que o relacionamento matrimonial tem que ser mantido na base da rotina e não mudar,mesmo quando se vai ao restaurante e dá a hora da nossa transa semanal e o pessoal começa a reclamar quando vamos pra baixo da mesa.
O negócio é manter a regularidade,nunca falhar...isso é importante, disse o velho Caixa.
-Não sei como vai ser hoje,temos que ir a um velório.
O cabra é doido!

Nenhum comentário:

Postar um comentário