quinta-feira, 8 de setembro de 2016

TREJEITOS OU TREINOS?

Terminadas as Olimpíadas dei de cara com o Caixa Preta que tinha chegado do Rio de Janeiro. Achei meio estranho o modo que o cabra estava andando, parecia que estava fazendo um treino de Marcha Atlética (aquela prova onde parece que todo mundo anda rebolando).


Curioso, perguntei ao velho Caixa o motivo daquele andar meio estranho, ele resolveu a contragosto me explicar. Tinha passado muito tempo treinando e não estava conseguindo andar normalmente o que já estava preocupando o cabra,pois não suportava mais ouvir tantos comentários maldosos dos que o viam andando na rua,o cabra estava uma arara,mas falou que era só uma questão de tempo para normalizar, tive que rir.
Estava muito cedo pra dar um pulo lá no Porcão, sentamos na praça. Então ele resolveu me contar um caso interessante.
Diz ele que um vizinho, um aposentado federal, estava se queixando do que tinha acontecido com carro dele. Todo depredado, parecia que tinha sido acidentado.
Mas a verdade, o filho do velho é um mala sem alça, casado, mas adora um rabo de saia. Outro dia chegou num motel ali no Núcleo Bandeirante deu de cara com o carro do pai, ficou uma arara! Não admitia de forma alguma com o que o pai estava aprontando pra cima da mãe dele.
Resolveu então aprontar com o velho pra ele aprender...riscou o carro todo, quebrou os vidros, furou os bancos e ainda furtou o som.
No dia seguinte foi até a casa do pai para ver a reação. Encontrou o velho indignado com o que tinha acontecido, pois no dia anterior tinha emprestado o carro pra mulher do mala ir a missa e ela devolveu daquele jeito.

O maleta está inconsolável, sem poder falar nada, ouvindo Pablo e enchendo a cara. Bem feito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário