segunda-feira, 30 de maio de 2016

ENGANAÇÃO




Sem a presença do Administrador,com uma mesa montada às pressas sobre dois caixotes,num total desrespeito as autoridades e ao público presente.
Depois de um cansativo dia de trabalho,autoridades e público tiveram que engolir mais essa desses aprendizes de feiticeiros amadores,que mostrando o total despreparo ficaram batendo cabeças sem saber o que fazer,por essas e outras,é que a população não acredita mais nessa tchurma de enganadores.
Outra grande trapalhada promovida por um dos Conselhos de Araque que temos na cidade,além de ser uma das maiores enganações impostas ao Guará nos últimos tempos,ainda têm a cara de pau de ofender a nossa população e autoridades envolvidas.
Dessa vez foi um vexame sem precedentes,marcaram a tal de reunião,montaram a claque,mas numa demonstração de total desrespeito,queriam adiar a tal reunião pois o responsável pelo evento não teve capacidade ou vontade de avisar aos que lá compareceram,ficando evidenciado mais uma vez a incapacidade de certos elementos que se dizem líderes e outros adjetivos pelo qual gostam de serem tratados,mas não passam de meros aproveitadores,capachos de políticos de ocasião.
Se não fosse a boa vontade de um membro da Secretaria,pois devido a incapacidade lamentável dos demais membros,teríamos a tal reunião adiada,por falta de comprometimento e seriedade de quem deveria demonstrar mais zelo com assuntos afeto a população.
Lamentável ver uma cidade como o Guará ficar a mêrce desses aproveitadores de ocasião,que gostam muito é de ficar adulando políticos,ou procurando uma boquinha,para quem sabe futuramente querer sair candidato,mesmo sabendo que não é capaz nem de ser garoto de recado de grupelhos que fazem parte da politicalha do nosso Guará.
A população e o Guará merecem respeito!!!

domingo, 29 de maio de 2016

DORMIR COM FOME




De vez em quando o Caixa Preta pinta lá no Porcão só pra contar uma história,dessas que ele tem de montão,todas muito engraçadas que ele conta na maior seriedade dizendo que é verdade.
Diz ele que foi visitar um compadre numa cidade do interior de Minas,fez uma viagem muito longa,além de ter que enfrentar uma estrada de chão batido,num calor de lascar.
Quando lá chegou já era noite e como todos sabem no interior o pessoal costuma jantar cedo,quando muitas vezes ainda nem escureceu.
O velho Caixa estava varado de fome,cansado,o compadre puxou uma prosa e danou o pau a conversar,nada de sair nem um cafezinho, o cabra ouvia a barriga roncar parecia uma onça brava.
Lá pelas nove horas da noite,o dono da casa já revirava os olhos de sono,no interior isso corresponde a madrugada,o Caixa continua puxando conversa pra ver se oferecem alguma coisa pra comer pois já está azul de fome.
Foi aí que o anfitrião com muita diplomacia disse: - O cumpádi qué lavá os pé pra drumi?
O faminto Caixa aproveitou e disse: - É bom,compadre...mas...será que não faz mal lavar os pés de barriga vazia ?...
Acho que dormiu com fome.

sábado, 28 de maio de 2016

INUNDAÇÃO PARTICULAR

Tem coisas que parece só acontecer por essas bandas,na área central do Guará II,ali na QI-27 um bloco resolveu simplesmente a seu bel prazer canalizar a água do esgoto do edifício para o asfalto em frente,deixando escorrer a água toda para o meio da rua,deixando a área em frente ao local inundada.
Parece que o sindico sem noção querendo economizar para o condomínio,em vez de fazer a canalização dentro da legalidade,vendo que o Guará virou o berço da ilegalidade aproveitou a falta de fiscalização está deitando e rolando,certo da impunidade.
Enquanto isso o asfalto,a calçada começam a se deteriorar e a população revoltada começa a mostrar sinais de impaciência com tanta coisa errada que volta e meia acontece aqui no Guará.
Sujeito a acidentes,pois ali é grande o fluxo de veículos e pessoas por causa do comércio muito frequentado,sendo inclusive um dos points chiques aqui na cidade,também pela grande quantidade de restaurantes,pizzarias,sorveterias sendo considerado um polo gastronômico importante , atraindo pessoas de todas as partes do DF,gerando empregos e desenvolvimento para a região.

Portanto está na hora de corrigir mais essa aberração,que não faz parte do nosso meio ambiente já tão degradado,sempre deixado de lado na hora das prioridades.


terça-feira, 24 de maio de 2016

NAS COXAS




Geralmente quando encontro o Caixa Preta o nosso destino é sempre o bom e velho “Porcão”,uma pocilga que foi transformada em boteco muito bem aceito por endividados,duros...e toda a sorte de desvalidos.
Então para não quebrar o ritual nosso de cada dia fomos sentar nas mesas do “Porcão”,onde um carinhoso “Galak” nos recebeu com um monte de impropérios e aquela má vontade que dá gosto,já escrevo isso com os olhos marejados quando me lembro do gentil garçom,me vem aquela estranha vontade de virar o Hulk.
O velho Caixa no auge da sua revolta não escondia a sua insatisfação com os rumos que tomava a cidade,deixando os moradores contrariados e apreensivos com o futuro.
Parece até que embarcamos no túnel do tempo,voltamos ao passado não muito remoto e nos deparamos com os mesmos erros.
Não precisa ir muito longe para se chegar a a essa triste conclusão,o Guará virou a cidade das obras feitas nas coxas,dos remendos(basta olhar o asfalto),
puxadinhos,invasões,praças mal cuidadas,calçadas as poucas que existem estão em péssimas condições ou foram totalmente ocupadas por comerciantes inescrupulosos que nos obrigam a andar no meio da rua,muitas não resistiram ao abandono que foram deixadas durante os anos que passaram,por favor não me falem em falta de recursos,não brinquem com nossa inteligência,por favor nos poupem.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

NOVO PAC



O Caixa Preta é um gozador nato,aproveitando a mudança de governo e para aplacar as reclamações da galera,diz ele que vem aí um mimo para aplacar a ira das feministas de plantão,trata-se de um novo PAC voltado apenas para o mulherio do nosso Brasil varonil, que segundo ele vai ser mais ou menos assim:
PAC do cabeleireiro,com o programa:”Minha Escova,Minha Vida” onde toda mulher terá direito a ir ao cabeleireiro até três vezes por semana,pagando apenas um real.
Também teremos o :”Minha Bolsa,Minha vida” que dará direito a comprar até cinco bolsas novas por mês,com financiamento da Caixa.
Na área de telecomunicações, outra novidade:”Fone Zero”,onde todas terão direito a escolher 30 números de celular de amigas para “Fofocar” ilimitado com tarifa zero.
Haverá também o Saúde da Mulher:Aplicação de Botox,implantes de silicone,clareamento de dentes,lipoescultura em hospitais conveniados com o SUS.
Programa de Aceleração do Casamento ou “Pro Casar”:Nenhuma mulher,poderá ser enrolada pelo noivo por um período superior a três meses.
Será implantado também o “Nossa Casa,Encosto dos Desabrigados”:Dará direito a toda mulher casada,trazer a mãe,aquele cunhado vagabundo e demais agregados(Vedado para primas e sobrinhas gostosas vindas do interior).
Ainda terá a pérola maior de todos os programas destinados ao mulherio em geral,que acabará de vez com os problemas para estacionar. Estacione Fácil : Vagas nos estacionamentos com ampliação de até 80% do tamanho das vagas, para evitar atritos e demoras,tão comuns por aí.
SOCORRO!!!

domingo, 22 de maio de 2016

ARREMEDOS DE CONSELHOS

Fala-se muito em conselhos,muito pouca gente sabe o que são os tais conselhos e como atuam,com isso provocam uma distorção absurda pois as vezes ocupados por aproveitadores e puxas sacos de plantão,na maioria servem apenas de escudos para inúteis se agarrarem com toda incompetência que lhes é peculiar,com isso tiram toda a legitimidade e foco do que é primordial,ou seja,o bem estar do cidadão e a melhora da qualidade de vida da população.
Sofrendo de todo o tipo de deturpação no objetivo principal esses conselhos servem apenas para atender os interesses de alguns membros,que fazem dos conselhos um trampolim para defender interesses pessoais,agarrando com unhas e dentes nas bolas de alguns políticos apenas por ignorância e incapacidade de produzir algo útil.
Enquanto isso a população na sua inocência ou inércia,pois muita gente detesta realmente discutir sobre as questões reais que afligem o Guará,preferem crer que tudo é feito com seriedade e abnegação desses falsos líderes que vivem reclamando por não ganharem algum,mas não largam a “rapadura” nem que a vaca tussa.
Agora mesmo fiquei sabendo que estão tentando ressuscitar o Conselho de Planejamento Local ,tudo isso na encolha para evitar que o povo realmente participe,alguns nomes foram trocados por conveniência,gente que nunca apareceu em uma única reunião foi graciosamente contemplado,com isso pessoas realmente interessadas em discutir os problemas foram alijadas sem consultas prévias apenas para atender interesses,que acredito não sejam os mais saudáveis.

Espero estar errado.


sexta-feira, 20 de maio de 2016

NOSSA HOMENAGEM

A nossa valorosa Policia Militar do Distrito Federal ao completar 207 anos,foi homenageada,mas não como realmente merecia,falo dos bravos soldados, que lutam todos os dias para que a paz social seja mantida a qualquer custo,mesmo que isso lhes custe a vida como em algumas ocasiões acontece.
Uma carreira que depois de abraçada custa a muitos a própria identidade dentro do grupo familiar e de amizades,pois na maioria das vezes não são compreendidos,pois a nossa essência egoísta não permite dividir os nossos com mais ninguém.
Hoje pela incompetência gestora do Estado,apesar do clamor da sociedade,não é dado ao policial condições para oferecer um serviço de melhor qualidade aos quase 3 milhões de habitantes,pois com o passar dos anos teve o seu efetivo diminuído e não reposto,por incompetência ou omissão do Estado.
Nós temos uma policia valorosa e a ela temos que render as nossas homenagens,pois ali encontramos cidadãos que se doam para o nosso bem estar.

Eu particularmente rendo minhas homenagens ao 4º Batalhão do Guará, que graças ao comandante Ten. Cel. André Luiz e a todos os membros do Batalhão,que além de zelar pela segurança da nossa população ainda presta inestimáveis serviços comunitários com um alcance social de relevância.


quarta-feira, 18 de maio de 2016

PORTUGAS




O Caixa Preta estava inspirado,resolveu me contar uma história do “Portuga” só pra tirar um sarro jurando que é verdade.
Diz o Caixa que quando o gajo chegou aqui no Guará “puxando a cachorra” como dizem por aí,começou a trabalhar e montou uma vendinha que apesar da crise estava indo muito bem,freguês não faltava.
Até que numa noite o estabelecimento foi arrombado e os gatunos fizeram uma limpeza geral,não sobrou nem uma caixa de fósforo para contar a história.
Lá na delegacia um monte de amigos cercavam o “Portuga” para prestar-lhe solidariedade,pois todos sabiam do esforço para montar e manter a vendinha.
Um dizia:-Que belo prejuízo hein? Tu se lascou! Falava carinhosamente o grande amigo.
Mas o gajo não perdia a pose , dizia que teve muita sorte e quem se deu mal,foram os ladrões.
Ficaram todos sem entender bulhufas,parecia até que o descendente de Cabral tinha pirado depois do choque provocado pelo roubo.
Ninguém entendeu nada e o gajo com aquele ar de sábio,parecia até um asno de duas patas,explicou:”É que justo hoje, eu ia remarcar todos os preços! Já pensou se me roubassem hoje a noite? O prejuízo ia ser muito maior”!!!
E a igreja batiza!!!

segunda-feira, 16 de maio de 2016

AMORES MALDITOS




Um revoltado Caixa Preta me encontrou e para não perder tempo foi logo desfiando uma série de impropérios,o cabra babava pelos cantos da boca,confesso que fiquei com medo,se vacina contra gripe já está faltando imagina a antirrábica,apenas escutei.
Falava ele das comemorações de aniversário do Guará,que de cara achou meio fraca pois segundo ele apesar da idade o velho Lobo tem que ser respeitado e merece coisa melhor,tive que concordar.
O Guará com um monte de problemas e o que vemos é o povo aceitando,pintura de meio fio,limpeza de praças(algumas),poda de árvores como benfeitorias que estão sendo implantadas.
Parece algo surreal,pois para mim isso é manutenção,coisa que é obrigação e não um brinde ou pacote de bondades,mas para o pessoal do ôba,ôba caiu do céu,pois adoram elogiar quando tudo é festa.
Tem gaiato que beirando os setenta, juram que nasceram por aqui,como nenhum é descendente de índios fica difícil acreditar em tal mentira que os caras de pau teimam em afirmar.
As declarações de amor são intensas,algumas parecem até verdadeiras outras estão claramente embutidas de cunho apenas político,quem sabe para uma futura eleição.
Dá dó!

sábado, 14 de maio de 2016

POBRE LOBO

Tudo indica que o programa “Minha Vaga,Minha Vida” será implantado no Guará, basta ver a movimentação nos bastidores para a implantação desse delírio,saído de alguma mente doentia,sem noção.
Volta e meia aparece esse vergonhoso projeto de dotar os condomínios dos chegados de um belo estacionamento,nem que para isso tenha que ser destruído o canteiro central da orla do Guará II,tudo isso para contemplar meia dúzia de proprietários de apartamentos,que não quiseram e aceitaram comprar os apartamentos sem as vagas na garagem de edifícios, que espertamente foram vendidas separadamente.
Há muito tempo esse pessoal vem tentando ganhar na maciota o tão sonhado mimo,nem que para isso o Guará tenha que acabar de vez com o plano urbanístico da cidade,ferindo de morte o meio ambiente com o adensamento da impermeabilização da área.
O que já havia sido feito com a implantação dos espigões que foram implantados sem as devidas audiências com a população,burlando totalmente as normas existentes.

Agora alguns gaiatos querem premiar o que já começou errado que foi o adensamento habitacional sem um estudo de impacto ambiental,se duvidar nem compensação ambiental pagaram,tudo feito na encolha para os chegados.


sexta-feira, 13 de maio de 2016

GOG




Um sofrível jogador de dominó,mas um cara muito legal e respeitado por todos que o conhecem,tranquilo,bom de papo,sempre atento na roda de amigos ali na QE-34,onde rola um dominó sadio e a gozação é a tônica da rapaziada.
Já está decretado que nunca será um expert no jogo de dominó,mas já é uma celebridade na música,reconhecido no Brasil ,o rapper Gog mora no Guará com a família,foi um dos escolhidos para carregar a “Tocha Olímpica” em sua passagem por Brasília,indicado pelo Ministério da Cultura.
Com muito orgulho esse guaraense que aqui chegou em 1973,recebeu a Tocha Olímpica das mãos da cantora Ellen Orélia e a conduziu até a Praça do Três Poderes.
O moleque magrelo que dançava break pelas ruas de terra do Guará não imaginava que se tornaria, anos depois, um dos principais representantes da cultura negra do país. Na escola, Genival Oliveira Gonçalves tinha vergonha do nome e escondia o rosto quando a professora lia a chamada na sala de aula. Cresceu e virou GOG, artista respeitado nacionalmente e apontado como referência por figuras consagradas como o poeta Sérgio Vaz, Lenine e Maria Rita.
Isso orgulha o Guará!!!

terça-feira, 10 de maio de 2016

MIMOS




Faz algum tempo que não vamos ao “Mil e Uma Moscas”,temos evitado de propósito nem passar perto,principalmente depois que o Caixa perguntou para as garçonetes Olivia e Capitu quanto elas cobravam pra assustar uma casa com dois andares.
As duas claro que não gostaram muito da brincadeira,desde esse dia resolvemos não passar por lá, para evitar sermos linchados pelos admiradores das duas sobreviventes de algum filme de terror.
Outro dia sem ter o que fazer,o Porcão estava fechado para reformas,era o que dizia a placa na porta,além da ameaça de “sob nova direção”,que talvez fosse algum auxiliar do capeta que foi convocado para botar ordem na casa e acabar com os fiados,que estavam levando a casa à bancarrota.
Sentados tomando a nossa cerva bem gelada,a revolta do velho Caixa era indisfarçável, volta e meia aparece um sem noção querendo acabar com parte do canteiro central para transformá-lo num imenso estacionamento,talvez para atender os pedidos de alguns chegados,que não compraram apartamentos com vagas.
Então que o Guará pague pela irresponsabilidade de alguns construtores, destruindo mais áreas verdes,diminuindo a nossa já tão combalida qualidade de vida.

domingo, 8 de maio de 2016

É DOSE

Ocupar área pública no Guará parece não ser mau negócio,basta ver a tranquilidade com que os caras de pau fazem isso por aqui.
Ninguém se preocupa com nada,tudo dominado e favorável como dizem por aí,ocupam muitas vezes apenas por ocupar como é o caso de um “quioscão” que foi construído na encolha apenas para defender a ocupação,pois até hoje não se sabe como será a utilização do tal espaço público.
Muito bem localizado fica próximo ao terminal que será reinaugurado depois da reforma,talvez, no centenário do Guará,quem sabe o mesmo sentimento tenha o feliz ocupante de área pública e na manha está esperando por dias melhores,o monstrengo está pronto mas permanece fechado já que o espaço está garantido com a conivência de alguém.
Com quase 200 mts de área construída,bem ali no Guará I, a ocupação é rentável,pois a qualquer hora poderá ser repassado a um terceiro e assim por diante,o prejuízo é só para o Guará e claro os moradores que pagam seus impostos,mas nunca são respeitados como devem e merecem.

Se o Guará não acordar, vai ficar cada dia mais difícil de aguentar.


terça-feira, 3 de maio de 2016

ESSE É DO GUARÁ.

Um sofrível jogador de dominó,mas um cara muito legal e respeitado por todos que o conhecem,tranquilo,bom de papo,na roda de amigos ali na QE-34,onde rola todos os dias um dominó sadio e a gozação é a tônica da rapaziada.
O moleque magrelo que dançava break pelas ruas de terra do Guará não imaginava que se tornaria, anos depois, um dos principais representantes da cultura negra do país. Na escola, Genival Oliveira Gonçalves tinha vergonha do nome e escondia o rosto quando a professora lia a chamada na sala de aula. Cresceu e virou GOG, artista respeitado nacionalmente e apontado como referência por figuras consagradas como o poeta Sérgio Vaz, Lenine e Maria Rita.

domingo, 1 de maio de 2016

MIAUS




Com o feriadão veio também a necessidade de dar uma chegada lá no “Porcão” para ser massageado pelos carinhosos coices do Galak,a tal figura era só doçura,deu um chute no “Presidente”,aquele cachorro manco com uma pata aleijada que vive de lamber as botas dos fregueses,um exemplar puxa saco.
Com uma faca na cintura,bateu com a mão na mesa para nos assustar e dizer que não estava muito para brincadeira,olhando para o velho Caixa com uma doçura de um leão faminto doido para estraçalhar a presa.
Deu uma vontade louca de correr,mas as pernas não obedeceram fiquei sentado e calado,talvez fosse a melhor solução.
Resolvemos conversar sobre os famosos churrasquinhos de gato que infestam a cidade,cada esquina tem um,com os nomes mais curiosos:”Espera-me no Céu”,”Se Escapar,Espalha”,”Refeição de Condenado”,”O Gato Calado”,”Sem Miaus”...e mais uma série de nomes que fazem você rir antes de comer.
Quem está passando por essa fase de terror são os donos e donas dos pobres bichanos que volta e meia somem,deixando o pessoal assustado com os casos que sucedem,cada vez com mais frequência.
O medo é tanto que tem madame fazendo seguro de vida para o bichano,pois a morte do pobre felino traria tristeza incalculável para as pobres coroas que criam o animal como se fossem filhos,já vi outro dia ali na padaria uma velhota com o bicho nos braços, beijando e chamando o gato de “meu filhinho querido”,fiquei imaginando o pai do tal animal.