domingo, 8 de janeiro de 2017

DUBAI...NÃO GOSTEI



Estava sem fazer nada por aqui e aproveitei o recesso e resolvi passar o final do ano em Dubai, sim Dubai. Lá mesmo onde Judas perdeu as botas, lugarzinho até bom, mas me deu uma saudade danada daqui. As paisagens maravilhosas, parecia que tinha entrado em
algum filme de fantasia onde tudo funciona perfeitamente, me senti um califa daqueles de lá, só faltava vestir aquelas saias e colocar uma toalha na cabeça.
Final de ano parecia um conto de fadas, muita comida, muita mesmo, nem sabia o nome, nem com um tradutor eu conseguiria falar, quanto mais escrever...muitas bebidas finas. Deu saudade lá do porcão no Guará, confesso que aquela limpeza estava me dando enjoo.
Acho que era falta de costume. Dei uma volta pela cidade, não consegui ver nenhum carro modelo 2015, quem dirá carro popular. Perguntei ao guia onde tinha um quiosque pra tomar água de coco, ele me deu uma olhada de desprezo, tentei não ficar irritado com aquele cabra de saia, mandei ele a merda em português perfeito, ele sorriu e agradeceu, penso eu. Pra mim bastou! Chega desse lugar lazarento, voltei.
Agora, já de volta, sinto que não existe nada melhor do que o feijão nosso de cada dia com aquela cerveja bem gelada, pelo menos eu sei o nome decorado: Eisenbahn feita por aqui mesmo.
Encontrei o meu amigo Caixa Preta, senti então que tinha chegado no Paraíso. Finalmente poderia desfrutar de alguma iguaria lá na Feira do Guará.

Dubai só por fotografia de agora em diante. Meu negócio agora é o Guará, pelo menos aqui não sou atacado por essa perfeição cinematográfica, aqui é real e a realidade em toda a sua crueza salta aos nossos olhos, melhor do que uma bela paisagem que parece de plástico, prefiro ser maltratado com as lambanças daqui e olha que não são poucas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário