sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

PENICO DE OURO

A cruel realidade teima em jogar na nossa cara essas aberrações que volta e meia pintam no Guará. Talvez sejam fruto da nossa fértil imaginação, confesso que as vezes digo a mim mesmo que tudo não passa de um tremendo pesadelo, mas...


A farra com o dinheiro público chega a fazer vergonha aos imperadores romanos, que costumavam gastar com orgias e bacanais, uma festa pra ninguém botar defeito.
Agora a bola da vez é o já famoso “Penico de Ouro”, aquele banheiro que ficou famoso na época da inauguração pelo preço absurdo da “obra”, que, segundo alguns, o material usado a época era todo importado, inclusive o mármore carrara do piso tinha vindo direto da Itália depois de benzido na Capela Sistina pelo Papa (o pessoal exagera).
Com essa pequena reforma, foram gastos recursos que dariam para construir uma suíte real com piscina, ofurô, sauna e outros mimos para os usuários do tal banheiro, que me parece estar fechado. O material para a nova reforma deve vir de Dubai ou de algum canto da Europa, pois a magnífica obra, com custo tão elevado, não merece outro tratamento. Falamos de dinheiro público que será mais uma vez desperdiçado, como sempre, afinal o lombo da população está sempre à disposição dos nossos gestores (feitores).
Inclusive esta grandiosa obra poderia ser incluída no roteiro turístico do DF, pois se é para virar piada que vire com pompas e circunstâncias.

Com certeza teremos o banheiro público mais caro do mundo, mas não sentiremos a catinga, pois certamente vão usar um equipamento igual ao que foi instalado lá pras bandas da Estrutural numa escola pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário