quinta-feira, 6 de abril de 2017

NÃO ME REPRESENTA

Parece que já vi esse filme, quando no meio da semana um locutor gritava espumando pelos cantos da boca, mais parecendo uma latrina a céu aberto, deixando o ar irrespirável ou como se a cura do câncer e da AIDS tivessem sido descobertas, ou ainda se tivesse acabado a miséria no mundo.


Isso tudo porque a seleção, enganadora como sempre, acabara de vencer a campeoníssima seleção Paraguaia, cheia de craques como...como...como...não importa! Muitos deles passando temporadas nos indigentes times brasileiros, só “craques”. Não confundam com a droga que está levando muito moleque pro inferno.
Cronistas esportivos tecendo loas às qualidades não muito confiáveis da seleção, a começar pelo treinador que me parece mais falso que nota de três reais, com aquela voz de baiano cansado, apesar de ser gaúcho.
Eu não morro de amores por seleção nenhuma, pois para mim a tal seleção não me representa, não é meu sangue, não faz parte da minha vida, a não ser como entretenimento e olha lá, tampouco acho que representa a alma do povo como gritam aos quatro ventos, alguns imbecis cronistas esportivos.
O que representa o nosso povo são as mães e pais de família que todos os dias deixam o aconchego dos seus lares, para tentarem sobreviver e fazer esse país crescer, lutando contra dificuldades imensas para defender o pão de cada dia.

Pra esses eu torço e tenho orgulho, pois eles sim, me representam. Quanto à seleção, desculpem a minha sinceridade : EU QUERO QUE ELA SE FODA !!!

Um comentário:

  1. Tô contigo, Gurgel.
    Assino em baixo
    Assino em cima
    Assino de bandinha
    E salve o povo brasileiro!

    ResponderExcluir