terça-feira, 1 de agosto de 2017

DESMONTE GRADUAL



A algum tempo a população do Guará sente o total descaso em relação à saúde, principalmente a manutenção do atendimento de emergência no “Hospital” que prefiro chamar de “Postão”, pois na verdade é o que hoje representa o tal hospital. Já não é de
hoje que o local sofre com os desmontes constantes, tanto de pessoal como de material, deixando que o desgaste do atendimento a população que o procura cada vez mais capenga.
Brincam com a saúde da população do Guará, que conta com uma grande número de idosos e crianças entre seus moradores, sem contar as regiões vizinhas o que apesar de precário, graças aos esforços de muitos, continuam sendo atendidos, servindo até como referência em matéria de saúde pública.
Mas parece que agora querem aplicar o golpe definitivo no povo, fechando de forma irresponsável uma sala de atendimento de urgência (Sala Vermelha),transferindo todos os profissionais, num total de vinte e seis, para o HBDF deixando a população a ver navios, numa falta de respeito que chega as raias do absurdo.
Apesar das diversas tratativas, o governo, através da Secretaria de Saúde, sem sequer fazer uma consulta a população, mostra que em matéria de sensibilidade, essa Secretaria está se lixando para quem precisa de socorro. Se o caso for urgente, de agora em diante, não precisa procurar o atendimento de urgência na emergência mais próxima de sua casa para tentar salvar sua vida, entre em contato com a funerária de sua confiança e morra em casa.

É preciso que a Secretaria reveja imediatamente esse ato desumano contra a população pois não estamos pedindo respeito, estamos exigindo!

Um comentário:

  1. Lamento pela a paralisia que tomou conta da população , que sem poder de reação o cidadão se prepara para ser a próxima vítima deste terror imposto por estes governantes perversos e cruéis.

    ResponderExcluir