terça-feira, 29 de agosto de 2017

NÓS E CORUMBÁ IV

Com o Caixa Preta pra lá de indignado fomos até o Porcão tomar uma cerva pra relaxar e falar mal das presepadas desse governo.
Ainda com espuma nas orelhas o Caixa contava o drama, pois depois de todo ensaboado a água acabou, era dia de racionamento, ele tirou o resto da espuma com água mineral, imagine a situação.


Acho que estão querendo nos chamar de idiotas, isso foi bem demonstrado no espetáculo armado recentemente durante a visita às obras de Corumbá IV, obras essas que se arrastam ao longo dos anos e até hoje ninguém sabe porque essa falta de interesse em terminá-las.
Parece que todas as desculpas esfarrapadas para a não conclusão já foram gastas e o governo, para minimizar o desgaste provocado por esse racionamento, parte para o espetáculo midiático bolado por alguma mente doentia para mais uma vez enganar a população. Sempre acreditei que essa crise hídrica caiu do céu para o poço sem fundo dos cofres dessas empresas envolvidas.
Durante anos, sempre quando a coisa aperta, volta essa ladainha de Corumbá IV, e o povo continua sofrendo as consequências desse joguinho de empurra durante todos esses anos. Está passando da hora, a população não aguenta mais tantos descalabros.
Pagamos caro pelo que consumimos, esperamos uma solução definitiva que não seja essa inventada pela Caesb de sobretaxar as nossas contas d’água sempre que as coisas apertam.

Chega de tanto dinheiro gasto, sem o retorno em bons serviços públicos. Seria pedir demais???

Nenhum comentário:

Postar um comentário