segunda-feira, 14 de agosto de 2017

UM HOMEM SÉRIO

O Caixa preta outro dia me contou um caso maluco, fiquei com a ligeira impressão que tinha acontecido com o próprio.
Diz ele que uma moça muito bonita estava num ponto de ônibus, quando de repente ela deu de cara com um usadão até bonitão, maduro, parecendo ser um sujeito bom e respeitador.


Encantada com a figura, ela foi até ele e na bucha foi logo dizendo: - Te achei muito bonito e gostoso, fiquei com vontade de conhecê-lo melhor, vamos dar uma saída na noite, dar uma chegada num barzinho para bater um papo.
O cabra ficou sem jeito com aquela cantada tão descarada, colocou a mão no ombro da moça e com aquele falso instinto paternal disse: - Minha querida, tenho certeza que esse seu sentimento é temporário, talvez por ser muito jovem e impetuosa se comporte dessa forma. Procure estudar, vá para casa e se concentre nos estudos, tenho certeza que você será um sucesso, isso é certo, a vida lhe espera, blá, blá, blá...
Depois desse discurso cretino, ele colocou um papel na mão da moça, dizendo que tinha escrito algumas palavras de incentivo, que ela lesse com muita atenção antes de dormir.
A moça se sentiu humilhada no meio do povo e saiu chorando, foi embora pra casa, mas antes de dormir lembrou do papel, resolveu então ler o que estava escrito.

Ficou espantada com o que leu: “Essa coroa que está bem aqui atrás de mim é minha esposa, meu número de telefone é 987878...,me liga a qualquer hora...sua linda!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário